Principais Instalações de I&D

O trabalho de descoberta e desenvolvimento de fármacos da Bristol-Myers Squibb é desenvolvido numa rede de instalações mundiais de última geração.

Bangalore, Índia

O Centro de Investigação e Desenvolvimento Biocon Bristol-Myers Squibb é uma colaboração entre a Bristol-Myers Squibb e a Syngene International, uma empresa do grupo Biocon, sediada em Bangalore, na Índia. Estas modernas instalações de quase 19 000 m² integram o centro de I&D com capacidade para mais de 450 cientistas. Em pleno funcionamento desde 2009, o centro está envolvido na Identificação do Alvo, Descoberta e Otimização de Vanguarda, até à fase inicial Desenvolvimento Farmacêutico e Biomarcadores Clínicos de I&D.

Braine-L'Alleud, Bélgica

As operações europeias de I&D da Bristol-Myers Squibb estão sediadas aqui desde 2003. Atualmente, esta unidade conta com cerca de 400 funcionários, 250 dos quais na área de I&D centrada nas Ciências Regulamentares Globais e em várias atividades das operações clínicas de I&D. Os funcionários trabalham em oito edifícios, localizados num parque de escritórios numa zona rural.

Hopewell, Nova Jersey

Adquirida em 1997, algum do trabalho de descoberta farmacológica mais importante da companhia é desenvolvido nesta unidade de 433 acres, particularmente nas áreas terapêuticas cardiovascular e metabólica. Rodeado de floresta e de terras, este campus tem cerca de 2200 funcionários, dos quais cerca de 1000 são da área de I&D. Este campus é composto por oito edifícios principais, perfazendo uma área total de 800 000 m2.

Moreton, Inglaterra

Este centro de investigação de 11,2 acres está localizado na Península de Wirral, entre Chester e Liverpool. Aqui, os cientistas investigam novos compostos medicinais e a forma como eficientemente podem ser fabricados, à escala comercial.

New Brunswick, Nova Jersey

Comprado em 1905, quando E.R. Squibb & Filhos deslocalizaram as operações de Brooklyn, Nova Iorque, este campus é composto por 40 edifícios com uma área total de 1,9 milhões de m2 num terreno com 96 acres, que é ocupado por mais de 1500 funcionários. Este centro passou de uma unidade fabril para o centro de excelência da Bristol-Myers Squibb de compostos terapêuticos.

Plainsboro, Nova Jersey

Estas instalações de 106 acres foram inauguradas em 1992. É atualmente sede de operações e da área de I&D e da Área Médica da Bristol Myers Squibb nos EUA. O campus tem mais de 1300 funcionários, dos quais cerca de 400 trabalham na área de I&D, centrada no Desenvolvimento Global e na Área Médica. O campus é constituído por três edifícios de cinco andares, numa área total de 680 000 m2.

Princeton, Nova Jersey

Este campus de 276 acres é a sede da área de I&D da Bristol-Myers Squibb e tem mais de 1900 funcionários, dos quais 1340 pertencem à área de I&D. Aqui, os cientistas descobrem e desenvolvem medicamentos nas áreas terapêuticas do cancro, imunologia e doenças cardiovasculares e metabólicas. O campus é constituído por 13 edifícios interligados, numa área total de 1,5 milhões de m2.

Rueil-Malmaison, França

Sede francesa e europeia da Bristol-Myers Squibb, localizada a 45 minutos da baixa de Paris. Este edifício, inaugurado em agosto de 2002, foi desenhado pelo arquiteto internacionalmente reconhecido Jean-Paul Viguier e dá emprego a cerca de 850 funcionários, dos quais 40 são da área de I&D centrada no Desenvolvimento Global e na Área Médica.

San Francisco Bay Area, Califórnia

Nas instalações de investigação de Bay Area, com 132 000 m2, desenvolvem-se atividades relacionadas com a descoberta de produtos biológicos centrados na terapêutica com anticorpos. A localização em Redwood City proporciona proximidade dos principais centros de investigação biomédica, tais como UC Berkeley, USC San Francisco e a Universidade de Stanford.

Seattle, Washington

Uma importante central de vapor de Seattle renovada proporciona agora um ambiente de alta tecnologia para a ZymoGenetics, uma empresa de biotecnologia adquirida pela Bristol-Myers Squibb em 2010. Com aproximadamente 190 colaboradores, a ZymoGenetics descobre e desenvolve proteínas terapêuticas para a prevenção e o tratamento de doenças graves.

Tóquio, Japão

Desde 1995 que a Bristol-Myers Squibb ocupa uma área de 76 000 m2 com um edifício em Nishi-Shinjuku, Tóquio. Quatrocentos dos nossos cerca de 1000 funcionários do Japão trabalham nesta unidade, incluindo cerca de 250 na área de I&D em Assuntos Médicos, Farmacovigilância, Assuntos Regulamentares, Estratégias Clínicas, Operações Clínicas, Gestão de Dados e Fase Inicial de Desenvolvimento.

Wallingford, Connecticut

Este centro de investigação foi inicialmente estabelecido em 1986 como a sede da área de investigação e desenvolvimento da Bristol-Myers. Conta, atualmente, com 1200 funcionários, a maioria dos quais da área de I&D dedicada à descoberta e desenvolvimento de medicamentos, particularmente nas áreas da neurociência, virologia e cancro.

Waltham, Massachusetts

A instalação de Waltham dedica-se à descoberta e conta com 100 colaboradores. Faz parte da maior unidade de negócios, as Tecnologias de Descoberta Molecular, que apoia a identificação e otimização de candidatos a produtos farmacêuticos em diferentes modalidades da secção de Descoberta de I&D.